jueves, 5 de marzo de 2009

Dia do filatelista Brasileiro

Em cinco de março de 1829, O Imperador do Brasil Pedro I baixou um decreto que organizou os Correios do Brasil, definindo tarifas e outras questões de importância para o desenvolvimento dos serviços postais. Essas medidas culminaram com a independência e a organização dos Correios do Brasil, possibilitando que, em 1º de agosto de 1843, 14 anos depois, fosse emitido o primeiro selo postal brasileiro.

Mas a decisão de tornar o 5 de março, o “Dia do Filatelista”, ocorreu somente em 1969, em São Paulo , durante um congresso organizado pela Comissão Estadual de Filatelia.

O Brasil foi o segundo país do mundo e primeiro das Américas a adotar o selo postal como comprovante de franqueamento, graças ao pioneirismo do Imperador D. Pedro II, que sensível às idéias inovadoras da época, vislumbrou no Penny Black, primeiro selo emitido no mundo, em 1º de maio de 1840, na Inglaterra, uma conquista que marcaria definitivamente o destino dos Correios.


Penny Black, o primeiro selo postal do mundo

O Penny Black da Inglaterra tinha o perfil da Rainha, mas o Imperador do Brasil não desejava que o seu rostro fosse coberto pelos carimbos, então o selo postal teve un desenho abstrato, rápidamente apelado Olho-de-Boi pelos filatelistas.



Olho de Boi, o primeiro selo brasileiro

1 comentario:

Juantucuman dijo...

Buen post! Muito obrigado!